BH sedia V Fórum Internacional: Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, evento com a chancela ONU

No dia 28 de agosto, Belo Horizonte sediará o V Fórum Internacional do Voluntariado Transformador – Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, evento com a chancela da Organização das Nações Unidas – ONUque irá discutir a relação entre voluntariado e os ODS (criados pela ONU), com o objetivo de tratar a prática de voluntariado de forma metodológica e impactante, para que possa contribuir, efetivamente, com uma sociedade mais justa. O evento terá a participação de importantes profissionais e gestores ligados às questões sociais.

Idealizado em 2010  pelo Centro Mineiro de Voluntariado Transformador – MINAS VOLUNTÁRIOS, o evento será realizado com a Federação Mineira de Fundações e Associações de Direito Privado – FUNDAMIG, instituição parceira desde 2015. O Fórum também fará uma homenagem aos 30 anos do Relatório Brundtland (Our Common Future, 1987) ,documento que conceituou o desenvolvimento sustentável como sendo o que “satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”, questionando os padrões de consumo vigentes.

O evento é aberto para representantes de governos, empresas e sociedade civil, para que a discussão seja ampla e representativa e que possam ser pensadas as teorias e a práticas do voluntariado e sua importância para se alcançar as metas do Desenvolvimento Sustentável, da ONU. Para isso,  dois assuntos principais serão abordados: “Financiamento para Infraestruturas de Voluntariado – Práticas e desafio para a agenda 2030” e “Voluntariado, Juventude e ODS – Construindo o futuro que queremos”. Além disso, haverá a assinatura do Protocolo de Intenções: “VolunTurismo: Cultura, Lazer e Solidariedade” parceria dos organizadores com o Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau – BHC&VB; criado para fomentar o turismo solidário na capital, por meio de ações de voluntariado.

Contando com o apoio e chancela de importantes parceiros, nacionais e internacionais, tais como: Organização das Nações Unidas – ONU; Impact 2030; Serviço Voluntário Internacional – SVI; Governos Locais pela Sustentabilidade – ICLEI; Child Fund Brasil ; Conselho Nacional da Juventude; Rede Nacional de Mobilização Social – COEP e Escoteiros do Brasil -, o evento está com as inscrições abertas pelo link: https://www.sympla.com.br/v-forum-internacional-do-voluntariado-e-os-ods__158527

Serviço

V Fórum Internacional – Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS 

Data: 28 de agosto de 2017

Horário: 8h30 às 18h00

Local: Auditório do IBS/FGV – Av. Prudente de Morais, 444, Cidade Jardim, BH-MG

Informações: Minas Voluntários: +55 (31) 9 9292-9805 (Whats) /minasvoluntarios@gmail.com

Inscrições: www.sympla.com.br/v-forum-internacional-do-voluntariado-e-os-ods__158527

Assessoria de imprensa: Fundamig: +55 (31) 3274-6522 / imprensa@fundamig.org.br

Release: Minas Voluntários

 

IPEA divulga retrato das desigualdades de gênero e raça no Brasil

O Retrato das desigualdades de gênero e raça disponibiliza um panorama atual das desigualdades de gênero e de raça no Brasil, sob diferentes perspectivas dos campos da vida social, baseando-se em indicadores  da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), com dados do IBGE coletados no período de 1995 a 2015.

O objetivo é apresentar informações sobre a situação de mulheres, homens, negros e brancos em nosso país.

São 12 blocos temáticos:

  1. População;
  2. Chefia de Família;
  3. Educação;
  4. Saúde;
  5. Previdência e Assistência Social;
  6. Mercado de trabalho;
  7. Trabalho Doméstico Remunerado;
  8. Habitação e Saneamento;
  9. Acesso a Bens Duráveis e Exclusão Digital;
  10. Pobreza, Distribuição e Desigualdade de Renda;
  11. Uso do Tempo;
  12. e Vitimização”.

Avanços e assimetrias relacioandas à desigualdade de gênero e raça no país são expostos por meio de estatísticas descritivas que retratam a situação do nosso povo.

O projeto

O projeto nasceu em 2004 e atualmente é resultado de uma parceria entre Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), ONU Mulheres (Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) e SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres do Ministério da Justiça e Cidadania).

Acesse: http://www.ipea.gov.br/retrato/

Encontro Nacional do Terceiro Setor 2016

12º ENATS

O Encontro Nacional do Terceiro Setor – ENATS é um evento no qual, representantes dos três setores terão a oportunidade de estimular ações que promovam a articulação entre empresas privadas, poder público e sociedade civil organizada, potencializando o desenvolvimento social e sustentável.

Cine Theatro Brasil – Belo Horizonte, MG
13 de junho de 2016, 09h – 14 de junho de 2016, 18h

Inscrições até 13 de junho – Valor: R$ 20,00

http://enats.org.br/

Mais essência

Por Nanda Soares – Relações Públicas

Essência é a mais importante qualidade, o traço central de um ser. O mundo seria bem mais franco se fosse menos aparência e mais essência. E as empresas também! Por isso, é essencial cuidar da sua casa interior, seja na vida pessoal ou profissional, para que o mundo lhe reconheça em alinhamento com discurso e prática. Isso se chama transparência. E a essência, os valores fundamentais de cada ser ou organização, estão diretamente ligados a isso.

A Educação Proibida

A educação vai além de um processo organizado. Educar é fazer experimentar, criar e compartilhar. O aprendizado é múltiplo.

O documentário “A Educação proibida” é resultado de mais de 90 entrevistas realizadas em 8 países através de 45 experiências educativas não convencionais e um total de 704 co-produtores. Um projeto completamente independente de uma magnitude sem precedentes, o que explica a necessidade latente para o crescimento e o surgimento de novas formas de educação.

“Todo mundo fala de paz, mas ninguém educa para a paz. As pessoas educam apenas para a competição e a competição leva à guerra.”
( Pablo Lipnizky )

“Nunca duvide que um pequeno grupo de cidadãos, prestativos e responsáveis possa mudar o mundo. Na verdade, é assim que tem acontecido sempre.”
( Margaret Mead )

“A liberdade real virá quando nós nos libertarmos da dominação da educação ocidental, da cultura ocidental, e do modo de vida ocidental.”
( Mahatma Gandhi )

Algumas das propostas e princípios pedagógicos que sustentam “A Educação Proibida”: Método Montessori; pedagogia Waldorf (Rudolf Steiner); pedagogia Crítica; pedagogia Liberadora (Paulo Freire); método Pestalozzi; método Freinet; A Escola Livre; A Escola Ativa; pedagogia Sistêmica; educação Personalizada; pedagogia Logosófica.

Colabore você também, divulgando e compartilhando o vídeo em redes sociais, promovendo um debate no seu meio social.

Jogo pedagógico REDE PELA VIDA – Enfrentando o Tráfico de Pessoas

Um trabalho lindo, feito com amor! A Conectidea vem rendendo bons frutos, bons encontros de vida! Dessa vez, em mais uma ação educacional: Jogo Pedagógico Rede pela Vida – Enfrentando o Tráfico de Pessoas.

Para trabalhar o tema TRÁFICO DE PESSOAS nas escolas, a Rede Um Grito pela Vida desenvolveu o jogo que foi lançado em Brasília, no VII Encontro Nacional da Rede.

“Nosso objetivo é contribuir na prevenção ao Tráfico de Pessoas, chamando as crianças e adolescentes a conhecer e protagonizar o enfrentamento desta realidade criminosa que destrói os sonhos e as vidas de tantas pessoas”, comenta a coordenadora da Rede, Ir. Eurides Alves de Oliveira.

Direitos Humanos, Estatuto da Criança e do Adolescente, modalidades do Tráfico de Pessoas, formas de enfrentamento e denúncias são os temas abordados ao longo do trajeto do jogo, marcado pelo aprendizado. Os jogadores são agentes do bem, que devem defender os direitos e a dignidade humana. Cada equipe de jogadores deve identificar suas cartas de DENÚNCIA para estabelecer o rumo de sua missão. Cada carta mostra o local onde a vítima está e o tipo de Tráfico de Pessoas. Na medida em que aprendem sobre políticas públicas, democracia e condições de vida, as equipes ganham força e se aproximam dos locais dos crimes reunindo quesitos para resgatar as pessoas em situação de exploração.

 foto
Da esq. para a direita (equipe de elaboração do jogo): Professora Vanessa Mariano Domingues, Irmã Cecília Castro Gomes e Nanda Soares, Comunicadora e Articuladora Social Conectidea. 

O objetivo do jogo é libertar todas as pessoas traficadas. Cada casa andada significa um passo de esperança para quem está sendo explorado (a). As equipes não jogam umas contra as outras, mas sim contra o Tráfico de Pessoas. Vence quem libertar os personagens primeiro. Mas ganham todos, com união e conhecimento! As equipes formam uma REDE PELA VIDA.

 Jogo Rede pela Vida - Enfrentando o Tráfico de Pessoas IMG_0909
Cartas e marcadores do jogo Rede pela Vida.
 IMG_1274
Tabuleiro em lona e formato especial para proporcionarmaior durabilidade e melhor visualização para as equipes.
 IMG_1280
Embalagens em tecido ecológico, feitas com fibras de garrafa Pet.

PROJETO E COORDENAÇÃOFICHA TÉCNICA

Rede Um Grito pela Vida

Ir. Eurides Alves de Oliveira (coord.)

ELABORAÇÃO E DIREÇÃO CRIATIVA

Irmã Cecília Castro Gomes

Vanessa Mariano Domingues

Fernanda Soares de Miranda Santos | Conectidea – conectidea.com.br

ILUSTRAÇÕES

Estúdio Black Ink – www.blackink.com.br

IDIOMA

Português

INDICAÇÃO DE FAIXA ETÁRIA

A partir de 11 anos. Jogo desenvolvido para

sensibilização de adolescentes quanto à

realidade do Tráfico de Pessoas (ação de

prevenção).

CLASSIFICAÇÃO DO MATERIAL

Jogo pedagógico

OBJETIVO

Informação, sensibilização e prevenção

ao Tráfico de Pessoas.

INFORMAÇÕES E FORMAÇÕES

gritopelavida.blogspot.com

gritopelavida@gmail.com

facebook.com/redegritopelavida

(Jogue a favor da Vida)

Apoio: FNS (Fundo Nacional de Solidariedade)

Recurso gratuito para comprimir e converter os seus arquivos PDF

Estamos de volta com mais um “Aprender em Rede” na nossa coluna “Recursos Gratuitos”. Vamos falar sobre o smallpdf, um aplicativo que comprime seu PDF para um tamanho adequado. Sabe aquele arquivo imenso que você não consegue sequer anexar? Problema resolvido! Essa dica é especial para quem precisa comprimir um arquivo para envio por e-mail, mas sem perder a qualidade. Claro que existem vários outros recursos bacanas e gratuitos na rede, mas sempre indico as ferramentas que eu uso no meu dia a dia.

Por que o smallpdf?

Porque é muito simples. Você faz tudo online (na nuvem). Basta arrastar seu arquivo para a caixa indicada, aguardar um pouquinho e baixar imediatamente o arquivo reduzido para o seu computador. A qualidade se mantém e o tamanho fica perfeito para envio. O aplicativo garante a privacidade dos seus arquivos deletando-os permanentemente logo após o uso. E claro, funciona nas mais diversas plataformas, seja windows, Linux ou Mac. Muita facilidade!

O que você pode fazer com o smallpdf?

– Comprimir PDF, como explicado acima.

– Converter um arquivo JPG para PDF e vice-versa.  Mas se tiver alguma imagem em gif, bmp, png ou tiff, o aplicativo também converte! 

– Você pode converter PDF em word, Excel ou Power Point, ou fazer o contrário, convertendo seus arquivos office em PDF.

– Esse recurso  também oferece a opção de juntar e dividir seus arquivos PDF. É muito prático!

As três motivações principais desse aplicativo desenvolvido na Suíça são: confiabilidade, segurança e simplicidade.

Experimente! Solução gratuita para você!

Assine o blog para receber nosso conteúdo! Ali, na lateral superior direita desta página. Basta inserir seu e-mail e confirmar sua assinatura. 

Quando o corpo não acompanha a mente

Vivemos em tempos dos “sem tempo”. A corrida pela produtividade está movimentada. Aceleramos, mas ainda assim compraríamos alguns minutos, se pudéssemos. Com isso, colocamos em segundo plano a alimentação, o lazer e a própria saúde. A era dos estressados é agora!

Em um mundo de grande competitividade aprendemos que ser criativo, paciente e ágil, tudo ao mesmo tempo, é necessário. Mas as ideias muitas vezes se atropelam e o relógio não dá trégua. Com o advento das redes sociais e o mundo nas mãos, também trocamos o descanso por interação contínua. Sim, estamos viciados em informação e o celular já se tornou extensão do nosso corpo. Como é possível tantos jovens desmemoriados por aí se eles dão conta de milhões de plataformas sociais, conversas paralelas, curtidas, risos e selfies ao mesmo tempo? Estamos enchendo cada vez mais nosso HD cérebro de dados temporários. Aprendemos e apreendemos o mundo à nossa volta de modo diferente. Quando nos apresentamos ao mercado, aquele famoso e poderoso “Sr. Mercado de Trabalho”, temos que render cada vez mais e em menos tempo.

Nossa lista de objetivos, metas e pendências parece um recipiente sem fim. Precisamos agregar a todo instante. E como fazer isso e ao mesmo tempo dar atenção para aquela dorzinha que incomoda diariamente, mas não te paralisa. Como tomar um café sem olhar a hora ou ler alguma coisa só por gosto? Tenho tanta coisa pra fazer que até mesmo as coisas que me interessam ficam cansativas no final do dia.

A saída é realmente parar, respirar fundo em algum canto com menos poluição e encontrar a brecha que te salvará da loucura do cotidiano. Já percebeu que sempre damos alguma desculpa se é para fazer algo fora do contexto da produtividade, que seja por simples satisfação ou cuidado consigo mesmo? Então, pare de dar desculpas e faça alguma coisa pela sua saúde física e emocional. Quem sabe começar por coisas pequenas, como vencer o vício de dormir pouco? O seu corpo responde na hora, a mente é que teima em ficar acesa. Quem sabe diminuir o café e passar a tomar um suquinho verde, fazer uma caminhada ou trocar o seriado de TV por uma atividade física que lhe agrade? Talvez deva prestar atenção na sua ergonomia e atentar para não ficar tanto tempo sem comer. Mas quem é o louco que come de três em três horas, não é? Bom, você deve saber o que precisa ser feito! Marque aquela consulta que está ficando pra depois (já faz mais de um ano né). Vá fazer uma limpeza no dentista (limpeza?). Ou, visite aquela tia, avó, amigos que não encontra há muito tempo. Vigie seu ritmo para não sair da linha! Lembre-se de reconectar seu corpo e mente.

Assine o blog para receber nosso conteúdo! Ali, na lateral superior direita desta página. Basta inserir seu e-mail e confirmar sua assinatura. 

Precisa de conteúdo textual ou visual?
Redação, design, roteiros, apresentações, revisão de texto e projetos. Solicite Orçamento

Conectidea-conteudo-comunicacao


Redação contratada

Então, você investiu na produção de conteúdo! Que maravilha! Mas, e agora?  Siga algumas dicas básicas para entender o processo de redação e suas possibilidades.

Briefing: é fundamental e direciona o seu projeto. Nesta primeira fase, busca-se entender a sua essência e demanda. A partir daí, elabora-se a melhor abordagem para a formatação do conteúdo. Isso acontece por meio de reuniões, pesquisa e entrevistas. É preciso saber para quem você está falando.

Pauta: se o seu projeto tem alguma periodicidade, é interessante ter um planejamento de pautas. Isso significa ter um plano com os assuntos que gostaria de abordar durante aquele determinado período. Para tal, também devem ser agregadas fontes relacionadas para enriquecer o texto produzido, pontos principais a serem abordados ou questões a serem levantadas. Você pode solicitar a condução de pautas para publicação de matérias, postagens em blogs, redes sociais, etc.

Construção do conteúdo: quem escreve deve organizar o texto para que a mensagem seja clara. Tudo deve ser pensado para que o leitor se interesse pelo que está lendo, para que as palavras fluam. Você receberá o texto para aprovação e irá informar os alinhamentos ou alterações, caso seja necessário. Se você quer um texto otimizado para web, certifique-se que o profissional contratado tenha esta expertise, ou seja, tenha conhecimento de SEO e demais recursos relacionados a marketing digital.

Assine o Blog Conectidea e receba nosso conteúdo gratuito!