Conecte um Novo Olhar Oncológico


soraia_livro-34

Muito amor envolvido nesta #parceria! 💜

No dia 29 de agosto, participamos do pré-lançamento do livro “Um #Câncer, Uma Felicidade” e lançamento da Campanha “Um Novo Olhar Oncológico”, realizada no @GUAJA. Foi um momento para compartilhar a #força e a #esperança de Soraia Evangelista, que contou sua emocionante história de dor e amor durante as fases de descoberta e tratamento do câncer.
Com o lançamento do livro UM CÂNCER, UMA FELICIDADE, de Soraia Evangelista, inicia-se um projeto que visa levar um pouco de informações cotidianas aos pacientes em tratamento do câncer e a seus familiares. A intenção é debater dúvidas, sentimentos e medos que são comuns, mas mostrar que a forma de se relacionar com a doença e com as reações do tratamento são únicas e necessitam ser compreendidas entre as pessoas que cercam este paciente, tornando o assunto mais leve e facilitando a convivência. Mostrar ao paciente oncológico e pessoas envolvidas que cuidar do emocional é tão importante quanto cuidar do corpo; mostrar que se o assunto for tratado com leveza, pode facilitar a aceitação e ajuda no tratamento. É essencial despertar um novo olhar para o paciente oncológico.

Venha fazer a diferença!
COMO APOIAR?

– Comprar e doar livros para que sejam entregues em eventos do OUTUBRO ROSA, com divulgação do doador. – Fazer doações financeiras: qualquer valor doado é relevante e será utilizado para compra de exemplares a serem distribuídos. (31 9854-7242 – Soraia) – Comprar livros e doar você mesmo. O lucro obtido na venda de exemplares será revertido a novos exemplares para a doação.
AÇÕES DA CAMPANHA

1) Promover rodas de conversas e palestras para falar sobre a prevenção do câncer e a superação familiar, conscientizando da importância do tratamento emocional.

2) Distribuir exemplares do livro “Um câncer, Uma Felicidade” para que sejam redistribuídos em locais de apoio a pacientes com câncer de mama, nos movimentos do Outubro Rosa e Dia de Doar/2017, em BH, fazendo com que os assuntos possam ser inseridos com mais naturalidade nos núcleos familiares.

3) Disponibilizar pela cidade os livros patrocinados para doação, em intervenções do Outubro Rosa e locais de tratamento (com identificação da empresa doadora).

@umcancerumafelicidade #OutubroRosa

Mais informações:
https://www.facebook.com/umcancerumafelicidade/
#umcancerumafelicidade

BH sedia V Fórum Internacional: Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, evento com a chancela ONU

No dia 28 de agosto, Belo Horizonte sediará o V Fórum Internacional do Voluntariado Transformador – Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, evento com a chancela da Organização das Nações Unidas – ONUque irá discutir a relação entre voluntariado e os ODS (criados pela ONU), com o objetivo de tratar a prática de voluntariado de forma metodológica e impactante, para que possa contribuir, efetivamente, com uma sociedade mais justa. O evento terá a participação de importantes profissionais e gestores ligados às questões sociais.

Idealizado em 2010  pelo Centro Mineiro de Voluntariado Transformador – MINAS VOLUNTÁRIOS, o evento será realizado com a Federação Mineira de Fundações e Associações de Direito Privado – FUNDAMIG, instituição parceira desde 2015. O Fórum também fará uma homenagem aos 30 anos do Relatório Brundtland (Our Common Future, 1987) ,documento que conceituou o desenvolvimento sustentável como sendo o que “satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”, questionando os padrões de consumo vigentes.

O evento é aberto para representantes de governos, empresas e sociedade civil, para que a discussão seja ampla e representativa e que possam ser pensadas as teorias e a práticas do voluntariado e sua importância para se alcançar as metas do Desenvolvimento Sustentável, da ONU. Para isso,  dois assuntos principais serão abordados: “Financiamento para Infraestruturas de Voluntariado – Práticas e desafio para a agenda 2030” e “Voluntariado, Juventude e ODS – Construindo o futuro que queremos”. Além disso, haverá a assinatura do Protocolo de Intenções: “VolunTurismo: Cultura, Lazer e Solidariedade” parceria dos organizadores com o Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau – BHC&VB; criado para fomentar o turismo solidário na capital, por meio de ações de voluntariado.

Contando com o apoio e chancela de importantes parceiros, nacionais e internacionais, tais como: Organização das Nações Unidas – ONU; Impact 2030; Serviço Voluntário Internacional – SVI; Governos Locais pela Sustentabilidade – ICLEI; Child Fund Brasil ; Conselho Nacional da Juventude; Rede Nacional de Mobilização Social – COEP e Escoteiros do Brasil -, o evento está com as inscrições abertas pelo link: https://www.sympla.com.br/v-forum-internacional-do-voluntariado-e-os-ods__158527

Serviço

V Fórum Internacional – Voluntariado e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS 

Data: 28 de agosto de 2017

Horário: 8h30 às 18h00

Local: Auditório do IBS/FGV – Av. Prudente de Morais, 444, Cidade Jardim, BH-MG

Informações: Minas Voluntários: +55 (31) 9 9292-9805 (Whats) /minasvoluntarios@gmail.com

Inscrições: www.sympla.com.br/v-forum-internacional-do-voluntariado-e-os-ods__158527

Assessoria de imprensa: Fundamig: +55 (31) 3274-6522 / imprensa@fundamig.org.br

Release: Minas Voluntários

 

Festival Internacional De VIDEO ARTE no Museu Mineiro

CONECTIDEA APLAUDE – Projetos que inspiram:

O Museu Mineiro promoverá durante os dias 20, 21 e 22 de junho de 2016, sempre às 19h o festival Timeline –2 Internacional de Vídeo arte de Belo Horizonte.

O público poderá conferir uma retrospectiva do cineasta armênio Artavazd Pelesyan, do festival de novas tendências digitais Fonlad de Portugal, do brasileiro Felipe Barros e dois programas focados na produção latino americana recente com curadoria do realizador Carlosmagno Rodrigues.

O Festival é aberto a todos os artistas nacionais e estrangeiros que trabalhem ao nível de vídeo e vídeo arte.

Exibição: entrada franca

Classificação indicativa:  16 anos.

O Sesc Palladium também receberá o festival entre os dia 1 a 3 de julho.

PROGRAMAÇÃO

20/06 – 19h – Insurgentes latino Americanos 1 / Fonlad_Portugal

21/06- 19h – Insurgentes Latino Americanos 2 / Felipe Barros_Brasil

22/06 – 19h – Artavazd Peleshyan _Armênia

Divulgação: Museu Mineiro

Encontro Nacional do Terceiro Setor 2016

12º ENATS

O Encontro Nacional do Terceiro Setor – ENATS é um evento no qual, representantes dos três setores terão a oportunidade de estimular ações que promovam a articulação entre empresas privadas, poder público e sociedade civil organizada, potencializando o desenvolvimento social e sustentável.

Cine Theatro Brasil – Belo Horizonte, MG
13 de junho de 2016, 09h – 14 de junho de 2016, 18h

Inscrições até 13 de junho – Valor: R$ 20,00

http://enats.org.br/

A inspiradora dimensão social da comunicação

A comunicação é um importante e essencial meio para sensibilização social. Quando me formei, já sabia que era isso o que me motivava: fazer a diferença na vida das pessoas, contribuir de algum modo para uma sociedade mais justa, mais humana. Mas, como exercer a dimensão social da comunicação de modo efetivo? Quando queremos alguma coisa, buscamos alternativas, oportunidades para realizar. Sair da inércia para abraçar uma causa não é fácil, mas é possível.

Direitos humanos e direitos da mulher são temas que sempre estiveram presentes na minha vida profissional desde que me formei como relações-públicas (RP), em 2008. Após passar pelo curso de Publicidade e Propaganda percebi maior interesse pelas disciplinas de português, antropologia e psicologia, e decidi que precisaria seguir por outro caminho. A grade curricular de RP me chamou muita atenção pela amplitude e dinamismo de temas. Além disso, o curso me proporcionou, por meio de estágios e projetos de extensão, uma caminhada permeada pelas inquietações e necessidades trazidas por instituições sociais. Essa experiência aflorou o desejo de fazer da comunicação uma porta que abrisse alternativas para um mundo melhor.

Com isso, transformei a escrita, a pesquisa e as mídias sociais em recursos para trabalhar em favor de minorias e expandir olhares. Eu mesma me despi de preconceitos, expandi minha mente e aprendi que precisamos apurar nosso pensamento crítico, ouvir com mais discernimento e nos colocar a serviço. Sim, eu escolhi servir à humanidade, aos que precisam de lugar e voz para serem percebidos, vistos e ouvidos. Um trabalho gratificante, feito de muito esforço e sustentado por amor, pois em nossa capitalista sociedade ainda não há reconhecimento real para profissionais engajados na área social. Por isso, cada vez mais, as consultorias, assessorias e participações autônomas em projetos vêm atraindo os profissionais de Comunicação. Essa realidade vem apresentar uma nova configuração nas relações de trabalho, que exigem sempre mais redes de cooperação e apreço pela conduta profissional, mais dinamismo e criatividade para suprir determinadas faltas.

É enriquecedor compreender que, ainda como eternos aprendizes, possamos nos tornar agentes transformadores do nosso mundo. Nesta última semana tive o prazer de acompanhar e fazer a cobertura dos eventos do Projeto Diálogos pela Liberdade. O fato de ter criado o conceito que envolve esse nome, a identidade visual e ter participado de cada fase, desde a divulgação até a realização, me deu mais certeza de que estou no caminho certo. Pude participar, como roteirista, da produção de mais uma obra audiovisual que vem sensibilizar para questões como a violência de gênero, prostituição e vulnerabilidade social, o que, repito, me ensinou, me toucou como ser humano. Por isso, insisto na ideia de comunicar para o bem, por um mundo melhor.

IMG_0195 IMG_0191 IMG_0326

Cine-Diálogos – Dia 3 de Setembro de 2014

O Projeto Diálogos pela Liberdade deu um passo inicial na sua caminhada contra o tráfico de pessoas. Para atender à demanda da Secretaria Nacional de Justiça e  UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime), realizou eventos com foco em violência de gênero e tráfico de pessoas, a fim de  promover uma abordagem adequada e de acordo com os compromissos nacionais e internacionais assumidos pelo Estado brasileiro, numa perspectiva de promoção de direitos humanos. O objetivo principal era sensibilizar e aproximar a sociedade brasileira da temática do tráfico de pessoas, apresentando mais informações sobre a existência e a complexidade de tal fenômeno e auxiliando no desenho de estratégias e ações de prevenção. Ao longo de 2014, uma série de importantes ações de sensibilização e prevenção vêm sendo realizadas pela Pastoral da Mulher por meio de debates e encontros para formar agentes multiplicadores.

Acesse http://dialogospelaliberdade.com