Conectidea cria roteiro para 2ª edição dos quadrinhos Garotas do Hotel, do Projeto Diálogos pela Liberdade

Em 2016, foi lançada a 2ª edição da revista em quadrinhos GAROTAS DO HOTEL, material informativo e de sensibilização que tem como tema e público as garotas de programa que atuam nos hotéis da Zona de prostituição da Guaicurus, localizada em Belo Horizonte.

O Projeto Diálogos pela Liberdade é uma iniciativa da Rede Oblata, que trabalha a problemática que afeta diretamente as mulheres que exercem a prostituição. O projeto visa conscientizar sobre o estigma sofrido pelas garotas de programa, trabalhalhando temas como desigualdade de gênero, empoderamento, cidadania, vulnerabilidade social e violações de direitos. A Conectidea atua no roteiro e direção criativa da revista, que já está indo para a 3ª edição. Após o sucesso da pimeira edição, o projeto optou por trocar de vez o formato formal de cartilha pelos quadrinhos, que se tornaram  instrumento criativo de aproximação e informação sobre saúde, direitos humanos e temas relacionados às mulheres.

A produção do roteiro tem como inspiração experiências e histórias das próprias mulheres atendidas pelo projeto, que têm acesso a rodas de conversa, atendimento psicológico, terapias holísticas, cursos de capacitação, orientação e encaminhamento social.

A 3ª edição, que será divulgada ainda no primeiro semestre de 2017, tocará em outros assuntos trazidos pelo grupo Filhas da Luta, formado por garotas de programa que debatem sobre seus direitos, sonhos, tristezas e perspectivas.

Acesse a revista no link abaixo:

//e.issuu.com/embed.html#19110193/43452988

Coordenação: @dialogospelaliberdade 

Roteiro e Direção Criativa: @conectidea 

Ilustração: @BlackInk.Cursos

IPEA divulga retrato das desigualdades de gênero e raça no Brasil

O Retrato das desigualdades de gênero e raça disponibiliza um panorama atual das desigualdades de gênero e de raça no Brasil, sob diferentes perspectivas dos campos da vida social, baseando-se em indicadores  da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), com dados do IBGE coletados no período de 1995 a 2015.

O objetivo é apresentar informações sobre a situação de mulheres, homens, negros e brancos em nosso país.

São 12 blocos temáticos:

  1. População;
  2. Chefia de Família;
  3. Educação;
  4. Saúde;
  5. Previdência e Assistência Social;
  6. Mercado de trabalho;
  7. Trabalho Doméstico Remunerado;
  8. Habitação e Saneamento;
  9. Acesso a Bens Duráveis e Exclusão Digital;
  10. Pobreza, Distribuição e Desigualdade de Renda;
  11. Uso do Tempo;
  12. e Vitimização”.

Avanços e assimetrias relacioandas à desigualdade de gênero e raça no país são expostos por meio de estatísticas descritivas que retratam a situação do nosso povo.

O projeto

O projeto nasceu em 2004 e atualmente é resultado de uma parceria entre Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), ONU Mulheres (Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) e SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres do Ministério da Justiça e Cidadania).

Acesse: http://www.ipea.gov.br/retrato/

Empatia para empreender

Existe uma revolução nos relacionamentos, algo que influencia o nosso dia a dia e o mercado de trabalho. Esta transformação revela a necessidade de considerarmos a #empatia para empreender junt@s. Isso significa uma nova visão para aprender cada vez mais com os parceiros e clientes, para alcançar produtividade e rentabilidade em formato colaborativo.
 
As organizações só têm a ganhar com esse novo modo de vivenciar, de produzir, criar e comunicar. Uma cultura que promove mudanças, gera diferenciais para seus colaboradores, mais valorização e resultados.
 
#Empatia serve para transformar as relações sociais, conviver bem com a diversidade, trocar experiências agregadoras, crescer junt@s e em sintonia com o bem-estar coletivo.
 
@conectidea #comunicação

Use o Google Alerts para monitorar assuntos do seu interesse

Estamos sobrecarregados, isso é fato. Então, toda ferramenta que possa facilitar o dia a dia é muito bem-vinda.

Gratuito, muito simples e útil, o Alerta do Google envia para seu e-mail atualizações sobre assuntos do seu interesse que foram publicados na Web.

Ao configurar o seu alerta, terá a praticidade de receber o conteúdo diariamente, se quiser. Ou, pode editar a periodicidade também.

Se você precisa coletar informações diárias para nutrir redes sociais, então, essa ferramenta é uma maravilha. Se está pesquisando sobre determinado assunto para um projeto de mestrado ou doutorado, também ajuda muito. Se precisa se manter atualizado sobre um tema específico para fazer uma apresentação, conhecer o mercado de um novo cliente ou até mesmo para uma entrevista de emprego, verá que receber notícias direto no seu e-mail vai poupar bastante tempo. São muitas as possibilidades e esperamos que isso possa te ajudar.

Como configurar um alerta do google?

  • Acesse: https://www.google.com/alerts
  • Na caixa “Criar um alerta sobre”, digite as palavras ou termos que são do seu interesse para receber notificações por e-mail.
  • Em“Mostrar opções” você deve indicar a frequência com que deseja receber alertas, além de outras opções. Você poderá editar e até personalizar seu Alerta Google selecionando o horário de entrega, tipo de fonte para os resultados de busca, região, idioma, etc.
  • Depois, é só clicar Criar alerta.
  • Com o alerta configurado com suas palavras-chave, você receberá e-mails para novos resultados de pesquisa.

Dicas do Google para criar alertas

  • Seja específico, ou seja, digite termos de pesquisa exatos e relevantes.
  • Aspas devem ser utilizadas para buscar expressões ou grupos de palavras (ex: “alergia a leite”).
  • Se quiser excluir alguma palavra da sua busca, basta usar um sinal de subtração (-) na frente dos termos digitados (ex: Europa -Itália).
  • Use o operador site para limitar sua pesquisa a sites específicos. Por exemplo, terceiro setor site:escolaaberta3setor.org.br.

Fonte: Suporte Google para criação de alertas

Seu sonho sabe nadar

Por Nanda Soares

Ele estava andando junto a mim. E eu não lhe dei a mão. Então, meu sonho caminhou devagar e entrou no mar da espera. Agora preciso me arriscar entre as ondas para tentar resgatá-lo.

Durante algum tempo reconheci neste sonho a companhia que sustenta. Sonhos são como bons amigos que nos incentivam. Através desse íntimo amigo eu conheci a motivação. E esta, além de ter altos e baixos, é inquieta. É preciso cuidar sempre, como quem segura o pulso de uma criança na rua.

A motivação pode fugir, mas o sonho te olha nos olhos e vai embora, sem correr. Por isso, a cada minuto, a cada novo ou comum acontecimento em nossas vidas, a motivação precisa ser incentivada, vigiada. E a motivação tem tamanho, adapta-se à realidade em que vivemos, seja na vida pessoal ou profissional. Quando esta cresce, o ânimo cresce, cria-se maior expectativa, mais disposição. Portanto, lembre-se: para o sonho dá-se a mão para caminhar junto, mas por outro lado, segura-se pelo pulso a motivação, senão ela foge.

São inúmeras as formas de enxergar sonhos e motivações. Existem aquelas motivações exaustivas, pelas quais você estará sempre sob constante pressão, pois  precisa de respostas. Uma motivação mecânica, cheia de metas que parecem monstros no armário. E não precisa ser assim.

O sonho envolve tudo isso, desde motivação, planejamento e parcerias. Se a motivação demora a ter resposta, ou simplesmente não tem resposta, ela diminui, abaixa, o rendimento cai e ela pode até ser demitida da vida. A motivação é como um botão de liga e desliga, com um controlador de intensidade no meio do caminho. Mas se um sonho não é realizado, fica empoeirado, ou ultrapassado. Ele não diminui, não some. Estará lá no mar esperando resgate, cansado, desidratado. Sonhos são como pessoas queridas, impossíveis de serem deixadas no esquecimento. De repente, ele volta na memória. Aí você tem que lidar com isso: ou se angustia, ou encontra a conhecida nostalgia, ou realiza. Pode ter que fazer ajustes, mas sonhos aceitam adaptações também!

Com certeza já ouviu alguém dizer: “esse era o meu sonho no passado”. Pois bem, é o período em que a realização daquele sonho do passado já não cabe mais no hoje, pois o contexto é outro; a gente vira outro. Estamos em constante mutação e os sonhos não são diferentes. Chega aquele dado momento no qual você precisa se colocar e realmente se arriscar entre as ondas. Não se preocupe, o sonho sabe nadar. Para resgatá-lo é preciso algum esforço, é preciso se molhar, quebrar ondas. Eu sei o que estou dizendo, pois meu sonho certa vez entrou no mar, lembra-se?

O Resgate

Primeiro, você tem que saber nadar. Se não sabe, aprenda, qualifique-se! Você vai precisar ir e voltar por algumas vezes, e o sonho só te observa. O esforço deve ser seu. E se você, com determinação, quiser que ele volte, em algum momento ele vai tentar vir ao seu encontro também. Vai nadar na sua direção, com dificuldade. Quando vocês se encontrarem, não lutem contra o mar. Basta dar as mãos e ter foco para encontrar o caminho certo. As ondas chegarão à praia. Logicamente tem gente que vai longe demais, indo atrás do sonho distante demais. Neste caso, avise o salva-vidas, os bombeiros consultores. Tente resgatá-lo sim, mas não vá sozinha para não se afogar. Saiba reconhecer os riscos. Chame a motivação para te ajudar!

Quando se resgata um sonho do mar, há de se ter uma conversa franca com ele. É preciso abraçá-lo e explicar o motivo de tê-lo deixado de lado. É preciso pegar sua mão, olhá-lo nos olhos e mesmo que tenham de fazer um longo caminho até a casa da realização, você terá uma companhia preciosa, a quem poderá confiar suas esperanças; alguém que se manterá firme e crescerá com você, até a concretização. E não importa o quanto ele tenha que se adaptar, sonhos são elásticos, sabem boiar no tempo, perdoam com facilidade, mas são bem exigentes.

Portanto, aprenda, eduque os monstros no armário, planeje, segure sua motivação pelo pulso, cuide dela: assim terá ajuda para salvar o sonho, caso ele resolva ir nadar no mar.

Crônica para empreendedor@s.

Gerenciadores de projetos e tarefas para ajudar a organizar o trabalho

Para empreender, também é preciso organizar. E quando nos deparamos com muitas tarefas, distintos projetos e pessoas para gerenciar, temos que pensar em estratégias e recursos para manter as coisas em ordem.

Venho compartilhando com vocês algumas ferramentas gratuitas para auxiliar na caminhada empreendedora. Neste post, vocês vão conhecer dois gerenciadores gratuitos que podem fazer a diferença no dia a dia e no seu negócio.

todoist

O todoist é um organizador online do Chrome. Sua interface é muito simples e basta ter uma conta do google para se cadastrar.

Assim que você cadastra uma tarefa, poderá determinar a prioridade, adicionar um link relacionado ou até mesmo tornar a página em que está navegando numa tarefa, incluindo a data para a sua concretização. Isso ajuda muito no gerenciamento de postagens, por exemplo. Para concluir a tarefa basta marcar o círculo à direita para adicioná-la como concluída.

O interessante deste app é que ele fica aparente na sua barra de ferramentas e poderá consultá-lo sempre que necessário. Inclusive, se precisar, pode imprimir a sua página com a lista das atividades programadas! Você pode organizar seus projetos pessoais e profissionais, alinhando suas tarefas em pastas nomeadas.

O Todoist para negócios apresenta sua versão gratuita (com menos recursos) e as versões pagas, com mais recursos e preços anuais razoáveis.

O que você pode fazer no plano gratuito?

  • Você pode compartilhar o seu projeto com até 5 pessoas, que terão acesso e liberdade de ações para comentar e finalizar a tarefa.
  • Poderá priorizar suas tarefas até 4 níveis.
  • Ter até 80 projetos ativos.
  • Acesso em mais de 10 plataformas.
  • Conexão SSL segura, dentre outras possibilidades.

PS: Os lembretes se apresentam como premium, ou seja, fazem parte apenas dos planos pagos.

Mas, você pode usar a sua própria agenda do google para gerar lembretes!

Quer saber mais sobre o Todoist? Clique aqui.

 

Logo-Trello

Outro gerenciador de tarefas bem visual, gratuito e fácil de usar é o Trello. Com ele, você pode gerir os projetos em um só lugar, tanto para uso pessoal quanto para o seu trabalho. É possível incluir sua equipe também!

A dinâmica dele é um pouco diferente, pois trabalha com cartões, os “cards”. Cada um desses cards é uma tarefa. Essas tarefas ficam alocadas em blocos. Os blocos podem ser nomeados e separados conforme sua necessidade. Os cards tem diversos recursos, tais como data de vencimento/finalização, função de anexar arquivos e adicionar colaboradores, por exemplo. Veja abaixo o visual do Trello! Você simplesmente pode arrastar os cards entre as listas/blocos. Muito prático!

Trello exemplo

“Tudo o que está relacionado ao seu projeto fica à vista no quadro, e tudo é atualizado em tempo real. Não é preciso configurar nada, e todos recebem as informações instantaneamente.”

Quer saber mais sobre esta ferramenta? Clique aqui.

SOMOS MULHERES LIVRES PARA SER RP

Ser livre para estudar, opinar e escolher a própria profissão.

Ter direito a esta escolha não foi fácil e faz parte da luta das mulheres pela sua emancipação na sociedade, acesso e reconhecimento no mercado de trabalho.

Apenas há 137 anos, as mulheres tiveram autorização do governo brasileiro para estudar em instituições de ensino superior. Muitas eram criticadas e, ainda hoje, questionadas quando escolhem profissões consideradas predominantemente masculinas.

As comemorações do dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, geralmente ocultam as reinvindicações de mulheres que lutaram por melhores condições de trabalho e pelo direito ao voto. É por causa da caminhada corajosa delas que temos liberdade para nos formar e atuar como Relações Públicas. Hoje, somos maioria em nosso mercado, mas apesar de exercermos cargos gerenciais na comunicação corporativa, ainda não estamos em pé de igualdade quando se trata de cargos de direção (Aberje).

Segundo a OIT (Organização Internacional do Trabalho), 70 anos é a média de tempo calculada para que haja paridade salarial entre mulheres e homens. Entre 1995 e 2015, em nível global, a diferença diminuiu apenas 0,6%.

Como alternativa de resposta a este tema, o 5º Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ONU), que visa “alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”, propõe uma série de ações a serem trabalhadas, dentre elas: “garantir a participação plena e efetiva das mulheres e a igualdade de oportunidades para a liderança em todos os níveis de tomada de decisão na vida política, econômica e pública”. Neste ponto, as empresas privadas e órgãos públicos têm papel fundamental na construção da igualdade de gênero e desconstrução do machismo, tendo a chance de incorporar valores e princípios que expressem essa ideia na sua cultura organizacional.

Consciência e solidariedade

Nossa história é cercada pela resistência e enfrentamento ao machismo. Para exercer nossa cidadania, vivenciamos anos e anos de submissão a um sistema patriarcal que ainda nos atropela com retrocessos. No Brasil, somente em 1932 (12 anos após o Sufrágio Feminino nos EUA) foi promulgado o Código Eleitoral que nos garantiu direito ao voto. Há 54 anos (em um passado não muito distante), as mulheres precisavam pedir autorização ao seu marido ou pai para trabalhar; não tinham direito à propriedade ou mesmo de guarda sobre seus filhos. Isso só começou a mudar oficialmente com a LEI No 4.121, DE 27 DE AGOSTO DE 1962. A autonomia veio como oportunidade de crescimento intelectual feminino e como libertação, apesar da jornada cumulativa que ainda está em processo de discussão e transição diante de novos papéis assumidos por homens e mulheres no mundo. Sonhamos com uma sociedade que preze pela parceria. 

Os meios de comunicação, especialmente após o advento das redes sociais, também dão voz a inúmeras manifestações que denunciam discriminações, abusos, injustiças, revelam e pedem o fim da violência contra as mulheres. Atualmente, presenciamos e participamos de ações de sensibilização que nos ajudam a assegurar a permanência de nossos direitos, construir e desconstruir estereótipos que nos expõem à violência. A problemática feminina é uma questão social, e por isso, como proferiu Alexandra Kollontai, o Dia da Mulher deveria ser dia de consciência política e de solidariedade internacional.

Nanda Soares 
Relações Públicas CONRERP 3/2296 
Consultora de Comunicação e Articulação Social na Conectidea
Conselheira do Conselho Regional de Relações Públicas - 3ª Região

Na Trilha de Maria – Quadrinhos de sensibilização sobre o tráfico de pessoas para fins de servidão doméstica

A Rede Um Grito pela Vida lança a revista “Na Trilha de Maria”, primeira edição da série de quadrinhosARMADILHAS INVISÍVEIS, que tem o objetivo de denunciar e sensibilizar sobre a vulnerabilidade social envolvida nas situações de tráfico de pessoas.
“Na Trilha de Maria” conta a história de uma menina de 12 anos que vive com a família em uma pequena cidade do interior. A pobreza e a falta de perspectivas fazem sua mãe apelar para outros meios de proporcionar-lhe uma vida melhor. Mas, ela não sabia que a exploração poderia vir disfarçada de oportunidade amiga.
Ao ver a situação precária de Maria, sua mãe agarra o primeiro fio de esperança. Grávida, com mais seis filhos para cuidar e pouca comida para dividir, ela encaminha Maria para a cidade grande, crendo que lá ela teria a chance de crescer com estrutura para se alimentar bem e estudar. A melhor refeição de Maria acontecia no horário de merenda da escola. Além disso, sua mãe temia pelo clima pouco amistoso em casa, diante do problema de alcoolismo do marido.
Este material aborda o Trabalho doméstico infantil. Como muitas outras meninas, Maria acaba tendo sua força de trabalho explorada e fica vulnerável à exploração sexual. A SERVIDÃO DOMÉSTICA faz com que ela trabalhe exaustivamente enquanto seus direitos não são respeitados.
A conectidea – Comunicação e Articulação Social realizou o trabalho de Gestão de conteúdo, roteiro e direção criativa do material.
Ajude a compartilhar essa história para alertar a sociedade sobre a importância da denúncia. Vamos contribuir e tornar visível as armadilhas deste crime considerado invisível. DENUNCIE – DISQUE 100!

____________________________

Projeto: Caminhos de Liberdade

Coordenação: Rede Um Grito pela Vida | CRB Nacional
SDS Bloco H – nº 26 – Sala 507 – Edifício Venâncio II | 70393-000
Brasília/DF – Brasil | (061) 32265540 | www.crbnacional.org.br

Roteiro/Direção Criativa: Nanda Soares
Conectidea – Comunicação e Articulação Social

Ilustração/Diagramação: Hilton Rocha e Ana Cardoso

Recurso gratuito para comprimir e converter os seus arquivos PDF

Estamos de volta com mais um “Aprender em Rede” na nossa coluna “Recursos Gratuitos”. Vamos falar sobre o smallpdf, um aplicativo que comprime seu PDF para um tamanho adequado. Sabe aquele arquivo imenso que você não consegue sequer anexar? Problema resolvido! Essa dica é especial para quem precisa comprimir um arquivo para envio por e-mail, mas sem perder a qualidade. Claro que existem vários outros recursos bacanas e gratuitos na rede, mas sempre indico as ferramentas que eu uso no meu dia a dia.

Por que o smallpdf?

Porque é muito simples. Você faz tudo online (na nuvem). Basta arrastar seu arquivo para a caixa indicada, aguardar um pouquinho e baixar imediatamente o arquivo reduzido para o seu computador. A qualidade se mantém e o tamanho fica perfeito para envio. O aplicativo garante a privacidade dos seus arquivos deletando-os permanentemente logo após o uso. E claro, funciona nas mais diversas plataformas, seja windows, Linux ou Mac. Muita facilidade!

O que você pode fazer com o smallpdf?

– Comprimir PDF, como explicado acima.

– Converter um arquivo JPG para PDF e vice-versa.  Mas se tiver alguma imagem em gif, bmp, png ou tiff, o aplicativo também converte! 

– Você pode converter PDF em word, Excel ou Power Point, ou fazer o contrário, convertendo seus arquivos office em PDF.

– Esse recurso  também oferece a opção de juntar e dividir seus arquivos PDF. É muito prático!

As três motivações principais desse aplicativo desenvolvido na Suíça são: confiabilidade, segurança e simplicidade.

Experimente! Solução gratuita para você!

Assine o blog para receber nosso conteúdo! Ali, na lateral superior direita desta página. Basta inserir seu e-mail e confirmar sua assinatura. 

Quando o corpo não acompanha a mente

Vivemos em tempos dos “sem tempo”. A corrida pela produtividade está movimentada. Aceleramos, mas ainda assim compraríamos alguns minutos, se pudéssemos. Com isso, colocamos em segundo plano a alimentação, o lazer e a própria saúde. A era dos estressados é agora!

Em um mundo de grande competitividade aprendemos que ser criativo, paciente e ágil, tudo ao mesmo tempo, é necessário. Mas as ideias muitas vezes se atropelam e o relógio não dá trégua. Com o advento das redes sociais e o mundo nas mãos, também trocamos o descanso por interação contínua. Sim, estamos viciados em informação e o celular já se tornou extensão do nosso corpo. Como é possível tantos jovens desmemoriados por aí se eles dão conta de milhões de plataformas sociais, conversas paralelas, curtidas, risos e selfies ao mesmo tempo? Estamos enchendo cada vez mais nosso HD cérebro de dados temporários. Aprendemos e apreendemos o mundo à nossa volta de modo diferente. Quando nos apresentamos ao mercado, aquele famoso e poderoso “Sr. Mercado de Trabalho”, temos que render cada vez mais e em menos tempo.

Nossa lista de objetivos, metas e pendências parece um recipiente sem fim. Precisamos agregar a todo instante. E como fazer isso e ao mesmo tempo dar atenção para aquela dorzinha que incomoda diariamente, mas não te paralisa. Como tomar um café sem olhar a hora ou ler alguma coisa só por gosto? Tenho tanta coisa pra fazer que até mesmo as coisas que me interessam ficam cansativas no final do dia.

A saída é realmente parar, respirar fundo em algum canto com menos poluição e encontrar a brecha que te salvará da loucura do cotidiano. Já percebeu que sempre damos alguma desculpa se é para fazer algo fora do contexto da produtividade, que seja por simples satisfação ou cuidado consigo mesmo? Então, pare de dar desculpas e faça alguma coisa pela sua saúde física e emocional. Quem sabe começar por coisas pequenas, como vencer o vício de dormir pouco? O seu corpo responde na hora, a mente é que teima em ficar acesa. Quem sabe diminuir o café e passar a tomar um suquinho verde, fazer uma caminhada ou trocar o seriado de TV por uma atividade física que lhe agrade? Talvez deva prestar atenção na sua ergonomia e atentar para não ficar tanto tempo sem comer. Mas quem é o louco que come de três em três horas, não é? Bom, você deve saber o que precisa ser feito! Marque aquela consulta que está ficando pra depois (já faz mais de um ano né). Vá fazer uma limpeza no dentista (limpeza?). Ou, visite aquela tia, avó, amigos que não encontra há muito tempo. Vigie seu ritmo para não sair da linha! Lembre-se de reconectar seu corpo e mente.

Assine o blog para receber nosso conteúdo! Ali, na lateral superior direita desta página. Basta inserir seu e-mail e confirmar sua assinatura. 

Precisa de conteúdo textual ou visual?
Redação, design, roteiros, apresentações, revisão de texto e projetos. Solicite Orçamento

Conectidea-conteudo-comunicacao


Redação contratada

Então, você investiu na produção de conteúdo! Que maravilha! Mas, e agora?  Siga algumas dicas básicas para entender o processo de redação e suas possibilidades.

Briefing: é fundamental e direciona o seu projeto. Nesta primeira fase, busca-se entender a sua essência e demanda. A partir daí, elabora-se a melhor abordagem para a formatação do conteúdo. Isso acontece por meio de reuniões, pesquisa e entrevistas. É preciso saber para quem você está falando.

Pauta: se o seu projeto tem alguma periodicidade, é interessante ter um planejamento de pautas. Isso significa ter um plano com os assuntos que gostaria de abordar durante aquele determinado período. Para tal, também devem ser agregadas fontes relacionadas para enriquecer o texto produzido, pontos principais a serem abordados ou questões a serem levantadas. Você pode solicitar a condução de pautas para publicação de matérias, postagens em blogs, redes sociais, etc.

Construção do conteúdo: quem escreve deve organizar o texto para que a mensagem seja clara. Tudo deve ser pensado para que o leitor se interesse pelo que está lendo, para que as palavras fluam. Você receberá o texto para aprovação e irá informar os alinhamentos ou alterações, caso seja necessário. Se você quer um texto otimizado para web, certifique-se que o profissional contratado tenha esta expertise, ou seja, tenha conhecimento de SEO e demais recursos relacionados a marketing digital.

Assine o Blog Conectidea e receba nosso conteúdo gratuito!

Devo contratar um redator?

Muitas empresas, blogs e demais interessados em gerar conteúdo se perguntam se devem contratar os serviços de redação, assim como pensam se devem mesmo contratar alguém para fazer uma marca, criar uma apresentação, dentre outras atividades encaradas como custo, ao invés de investimento. Se você não tem qualquer habilidade para escrita ou não tem tempo para desenvolver seu projeto, busque profissionais que te atendam com serviços específicos e lhe orientem. É isso que tenho feito ao atender meus parceiros de vida, meus clientes. Se você quer escrever conteúdo de qualidade, mas não tem familiaridade com a parte técnica, você tem duas opções:

1- Contrate o serviço de redação conforme demanda e faça o planejamento para próximos trabalhos. Redação inclui briefing, pesquisa, roteirização e organização do seu conteúdo que será entregue devidamente revisado. Sim, isso toma um tempinho.

2- Escreva o seu conteúdo e envie para revisão. Pode ser apenas uma revisão ortográfica e gramatical ou com adequação de texto, na qual você terá sugestões para possíveis melhorias. Nem sempre é fácil colocar no papel as nossas ideias, por isso, você deve avaliar se conseguirá desenvolver a redação com qualidade.

Sempre busque referências e contrate redação profissional!

 Requisitos básicos dos (as) redatores profissionais:

 

Domínio da língua culta em que escreve.

 

Conhecimento sobre estrutura de textos.

 

Criatividade e boa capacidade de pesquisa.

 

Organização e compromisso com os prazos de entrega.

Quer seu projeto ou sua história escrita?
Entre em contato para otimizar o seu conteúdo e a sua comunicação. Solicite Orçamento

Conectidea-conteudo-comunicacao