Conectidea cria roteiro para 2ª edição dos quadrinhos Garotas do Hotel, do Projeto Diálogos pela Liberdade

Em 2016, foi lançada a 2ª edição da revista em quadrinhos GAROTAS DO HOTEL, material informativo e de sensibilização que tem como tema e público as garotas de programa que atuam nos hotéis da Zona de prostituição da Guaicurus, localizada em Belo Horizonte.

O Projeto Diálogos pela Liberdade é uma iniciativa da Rede Oblata, que trabalha a problemática que afeta diretamente as mulheres que exercem a prostituição. O projeto visa conscientizar sobre o estigma sofrido pelas garotas de programa, trabalhalhando temas como desigualdade de gênero, empoderamento, cidadania, vulnerabilidade social e violações de direitos. A Conectidea atua no roteiro e direção criativa da revista, que já está indo para a 3ª edição. Após o sucesso da pimeira edição, o projeto optou por trocar de vez o formato formal de cartilha pelos quadrinhos, que se tornaram  instrumento criativo de aproximação e informação sobre saúde, direitos humanos e temas relacionados às mulheres.

A produção do roteiro tem como inspiração experiências e histórias das próprias mulheres atendidas pelo projeto, que têm acesso a rodas de conversa, atendimento psicológico, terapias holísticas, cursos de capacitação, orientação e encaminhamento social.

A 3ª edição, que será divulgada ainda no primeiro semestre de 2017, tocará em outros assuntos trazidos pelo grupo Filhas da Luta, formado por garotas de programa que debatem sobre seus direitos, sonhos, tristezas e perspectivas.

Acesse a revista no link abaixo:

//e.issuu.com/embed.html#19110193/43452988

Coordenação: @dialogospelaliberdade 

Roteiro e Direção Criativa: @conectidea 

Ilustração: @BlackInk.Cursos

IPEA divulga retrato das desigualdades de gênero e raça no Brasil

O Retrato das desigualdades de gênero e raça disponibiliza um panorama atual das desigualdades de gênero e de raça no Brasil, sob diferentes perspectivas dos campos da vida social, baseando-se em indicadores  da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), com dados do IBGE coletados no período de 1995 a 2015.

O objetivo é apresentar informações sobre a situação de mulheres, homens, negros e brancos em nosso país.

São 12 blocos temáticos:

  1. População;
  2. Chefia de Família;
  3. Educação;
  4. Saúde;
  5. Previdência e Assistência Social;
  6. Mercado de trabalho;
  7. Trabalho Doméstico Remunerado;
  8. Habitação e Saneamento;
  9. Acesso a Bens Duráveis e Exclusão Digital;
  10. Pobreza, Distribuição e Desigualdade de Renda;
  11. Uso do Tempo;
  12. e Vitimização”.

Avanços e assimetrias relacioandas à desigualdade de gênero e raça no país são expostos por meio de estatísticas descritivas que retratam a situação do nosso povo.

O projeto

O projeto nasceu em 2004 e atualmente é resultado de uma parceria entre Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), ONU Mulheres (Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres) e SPM (Secretaria de Políticas para as Mulheres do Ministério da Justiça e Cidadania).

Acesse: http://www.ipea.gov.br/retrato/