Seu sonho sabe nadar

Por Nanda Soares

Ele estava andando junto a mim. E eu não lhe dei a mão. Então, meu sonho caminhou devagar e entrou no mar da espera. Agora preciso me arriscar entre as ondas para tentar resgatá-lo.

Durante algum tempo reconheci neste sonho a companhia que sustenta. Sonhos são como bons amigos que nos incentivam. Através desse íntimo amigo eu conheci a motivação. E esta, além de ter altos e baixos, é inquieta. É preciso cuidar sempre, como quem segura o pulso de uma criança na rua.

A motivação pode fugir, mas o sonho te olha nos olhos e vai embora, sem correr. Por isso, a cada minuto, a cada novo ou comum acontecimento em nossas vidas, a motivação precisa ser incentivada, vigiada. E a motivação tem tamanho, adapta-se à realidade em que vivemos, seja na vida pessoal ou profissional. Quando esta cresce, o ânimo cresce, cria-se maior expectativa, mais disposição. Portanto, lembre-se: para o sonho dá-se a mão para caminhar junto, mas por outro lado, segura-se pelo pulso a motivação, senão ela foge.

São inúmeras as formas de enxergar sonhos e motivações. Existem aquelas motivações exaustivas, pelas quais você estará sempre sob constante pressão, pois  precisa de respostas. Uma motivação mecânica, cheia de metas que parecem monstros no armário. E não precisa ser assim.

O sonho envolve tudo isso, desde motivação, planejamento e parcerias. Se a motivação demora a ter resposta, ou simplesmente não tem resposta, ela diminui, abaixa, o rendimento cai e ela pode até ser demitida da vida. A motivação é como um botão de liga e desliga, com um controlador de intensidade no meio do caminho. Mas se um sonho não é realizado, fica empoeirado, ou ultrapassado. Ele não diminui, não some. Estará lá no mar esperando resgate, cansado, desidratado. Sonhos são como pessoas queridas, impossíveis de serem deixadas no esquecimento. De repente, ele volta na memória. Aí você tem que lidar com isso: ou se angustia, ou encontra a conhecida nostalgia, ou realiza. Pode ter que fazer ajustes, mas sonhos aceitam adaptações também!

Com certeza já ouviu alguém dizer: “esse era o meu sonho no passado”. Pois bem, é o período em que a realização daquele sonho do passado já não cabe mais no hoje, pois o contexto é outro; a gente vira outro. Estamos em constante mutação e os sonhos não são diferentes. Chega aquele dado momento no qual você precisa se colocar e realmente se arriscar entre as ondas. Não se preocupe, o sonho sabe nadar. Para resgatá-lo é preciso algum esforço, é preciso se molhar, quebrar ondas. Eu sei o que estou dizendo, pois meu sonho certa vez entrou no mar, lembra-se?

O Resgate

Primeiro, você tem que saber nadar. Se não sabe, aprenda, qualifique-se! Você vai precisar ir e voltar por algumas vezes, e o sonho só te observa. O esforço deve ser seu. E se você, com determinação, quiser que ele volte, em algum momento ele vai tentar vir ao seu encontro também. Vai nadar na sua direção, com dificuldade. Quando vocês se encontrarem, não lutem contra o mar. Basta dar as mãos e ter foco para encontrar o caminho certo. As ondas chegarão à praia. Logicamente tem gente que vai longe demais, indo atrás do sonho distante demais. Neste caso, avise o salva-vidas, os bombeiros consultores. Tente resgatá-lo sim, mas não vá sozinha para não se afogar. Saiba reconhecer os riscos. Chame a motivação para te ajudar!

Quando se resgata um sonho do mar, há de se ter uma conversa franca com ele. É preciso abraçá-lo e explicar o motivo de tê-lo deixado de lado. É preciso pegar sua mão, olhá-lo nos olhos e mesmo que tenham de fazer um longo caminho até a casa da realização, você terá uma companhia preciosa, a quem poderá confiar suas esperanças; alguém que se manterá firme e crescerá com você, até a concretização. E não importa o quanto ele tenha que se adaptar, sonhos são elásticos, sabem boiar no tempo, perdoam com facilidade, mas são bem exigentes.

Portanto, aprenda, eduque os monstros no armário, planeje, segure sua motivação pelo pulso, cuide dela: assim terá ajuda para salvar o sonho, caso ele resolva ir nadar no mar.

Crônica para empreendedor@s.

Gerenciadores de projetos e tarefas para ajudar a organizar o trabalho

Para empreender, também é preciso organizar. E quando nos deparamos com muitas tarefas, distintos projetos e pessoas para gerenciar, temos que pensar em estratégias e recursos para manter as coisas em ordem.

Venho compartilhando com vocês algumas ferramentas gratuitas para auxiliar na caminhada empreendedora. Neste post, vocês vão conhecer dois gerenciadores gratuitos que podem fazer a diferença no dia a dia e no seu negócio.

todoist

O todoist é um organizador online do Chrome. Sua interface é muito simples e basta ter uma conta do google para se cadastrar.

Assim que você cadastra uma tarefa, poderá determinar a prioridade, adicionar um link relacionado ou até mesmo tornar a página em que está navegando numa tarefa, incluindo a data para a sua concretização. Isso ajuda muito no gerenciamento de postagens, por exemplo. Para concluir a tarefa basta marcar o círculo à direita para adicioná-la como concluída.

O interessante deste app é que ele fica aparente na sua barra de ferramentas e poderá consultá-lo sempre que necessário. Inclusive, se precisar, pode imprimir a sua página com a lista das atividades programadas! Você pode organizar seus projetos pessoais e profissionais, alinhando suas tarefas em pastas nomeadas.

O Todoist para negócios apresenta sua versão gratuita (com menos recursos) e as versões pagas, com mais recursos e preços anuais razoáveis.

O que você pode fazer no plano gratuito?

  • Você pode compartilhar o seu projeto com até 5 pessoas, que terão acesso e liberdade de ações para comentar e finalizar a tarefa.
  • Poderá priorizar suas tarefas até 4 níveis.
  • Ter até 80 projetos ativos.
  • Acesso em mais de 10 plataformas.
  • Conexão SSL segura, dentre outras possibilidades.

PS: Os lembretes se apresentam como premium, ou seja, fazem parte apenas dos planos pagos.

Mas, você pode usar a sua própria agenda do google para gerar lembretes!

Quer saber mais sobre o Todoist? Clique aqui.

 

Logo-Trello

Outro gerenciador de tarefas bem visual, gratuito e fácil de usar é o Trello. Com ele, você pode gerir os projetos em um só lugar, tanto para uso pessoal quanto para o seu trabalho. É possível incluir sua equipe também!

A dinâmica dele é um pouco diferente, pois trabalha com cartões, os “cards”. Cada um desses cards é uma tarefa. Essas tarefas ficam alocadas em blocos. Os blocos podem ser nomeados e separados conforme sua necessidade. Os cards tem diversos recursos, tais como data de vencimento/finalização, função de anexar arquivos e adicionar colaboradores, por exemplo. Veja abaixo o visual do Trello! Você simplesmente pode arrastar os cards entre as listas/blocos. Muito prático!

Trello exemplo

“Tudo o que está relacionado ao seu projeto fica à vista no quadro, e tudo é atualizado em tempo real. Não é preciso configurar nada, e todos recebem as informações instantaneamente.”

Quer saber mais sobre esta ferramenta? Clique aqui.

Encontro Nacional do Terceiro Setor 2016

12º ENATS

O Encontro Nacional do Terceiro Setor – ENATS é um evento no qual, representantes dos três setores terão a oportunidade de estimular ações que promovam a articulação entre empresas privadas, poder público e sociedade civil organizada, potencializando o desenvolvimento social e sustentável.

Cine Theatro Brasil – Belo Horizonte, MG
13 de junho de 2016, 09h – 14 de junho de 2016, 18h

Inscrições até 13 de junho – Valor: R$ 20,00

http://enats.org.br/

Mais essência

Por Nanda Soares – Relações Públicas

Essência é a mais importante qualidade, o traço central de um ser. O mundo seria bem mais franco se fosse menos aparência e mais essência. E as empresas também! Por isso, é essencial cuidar da sua casa interior, seja na vida pessoal ou profissional, para que o mundo lhe reconheça em alinhamento com discurso e prática. Isso se chama transparência. E a essência, os valores fundamentais de cada ser ou organização, estão diretamente ligados a isso.